Como definir o mix de produtos de uma loja - Bucalo
Loja Augusta: (11) 3189-0020
Loja Shop. D&D: (11) 2663-8230
Loja Al. Gabriel: (11) 3062-6481
Revenda: (11) 3087-7877

Como definir o mix de produtos de uma loja

Publicado em 11/08/2017

Um dos grandes desafios de qualquer lojista é oferecer uma variedade significativa de produtos que possam agradar os clientes atuais e atrair potenciais clientes. Esta diversificação na hora de definir o mix de produtos, além de favorecer o relacionamento com o público, ajuda a loja a aumentar seu faturamento, que é o desejo maior (juntamente com a obtenção de lucros) de todo empreendedor que está em busca do sucesso.

Mas afinal, como é possível definir o mix de produtos de uma loja de decoração?

Acredite, não é difícil, basta seguir algumas recomendações. Confira nossas dicas:

Conheça as necessidades dos consumidores

Não adianta aumentar o mix de produtos se estes não atenderem as necessidades do público, não servirem para estimular as vendas e melhorar os relacionamentos. Isso só vai fazer com que seus clientes se mantenham distantes da sua loja.

Por isso, é necessário entender os desejos dos consumidores. Do que eles precisam? Por que eles precisam? Como um produto pode melhorar a vida deles?

A partir da resposta a essas perguntas, ficará muito mais fácil compreender quais produtos devem ser oferecidos na sua loja de decoração.

Defina os segmentos de produto

Você precisa definir muito bem quais os segmentos de produtos que você deseja vender e é importante que eles se identifiquem. Por exemplo: se você vende quadros e espelhos, é legal conjugá-los com outros produtos, como nichos, adesivos e papéis de parede.

Evite exageros

Tudo bem, é importante ofertar produtos diversificados, mas exagerar na quantidade pode levar sua loja ao prejuízo. Para que isso não ocorra, tome cuidado com o dimensionamento.

Em vez de triplicar a quantidade de produtos de uma só vez, faça grupos de adições menores, sempre medindo e acompanhando os resultados. Conforme a resposta dos consumidores, você pode cogitar o aumento da sua oferta e do seu estoque.

Separe os produtos por ordem de afinidade

Selecione e agrupe modelos, coleções e estilos de acordo com o perfil dos consumidores. Treine seus colaboradores para atendê-los da melhor maneira, identificando o que eles desejam e os guiando a sessão onde se encontram os produtos que eles procuram.

Leve em consideração o espaço físico

Disponha os produtos de modo que sejam de fácil visualização e manuseio do cliente e aproveite o espaço físico da sua loja de decoração com inteligência. Para isso, explore mostruários e vitrines para dispor os itens de destaque e tendências do momento.

Produtos específicos para decorar quartos de bebê, por exemplo, devem estar juntos e muito bem harmonizados. Não há quem não fique encantado com a variedade de objetos decorativos feitos especialmente para atender esse público!

Avalie os resultados

Como em toda ação estratégica que se preze, é necessário medir periodicamente os resultados da diversificação de produtos. O objetivo principal é identificar se as metas estão sendo devidamente alcançadas.

Essa análise pode ser feita por meio da listagem de custos e rentabilidade, fazendo comparativos. Para isso, você pode utilizar tabelas e softwares de gestão, que vão oferecer uma visão mais ampla a respeito da situação mercadológica da sua loja de decoração.

 

Como visto, um empreendedor que investe no gerenciamento e variedade para definir o mix de produtos da sua loja de decoração tem muito mais chances de conquistar novos clientes, efetuar um número maior de vendas e melhorar efetivamente seu negócio!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais: