Qual a diferença entre retrô e vintage na decoração? - Bucalo
Loja Augusta: (11) 3189-0020
Loja Shop. D&D: (11) 2663-8230
Loja Al. Gabriel: (11) 3062-6481
Revenda: (11) 3087-7877

Qual a diferença entre retrô e vintage na decoração?

Publicado em 24/04/2017

Os estilos vintage e retrô são muito conhecidos, mas poucos sabem a diferença entre eles, pois a maioria acha que têm o mesmo significado. Eles fazem parte do mundo da moda, design e decoração e, no mundo dos arquitetos, são muito utilizados nos projetos de decoração.

A palavra vintage significa em inglês: “vint” – safra de uva e ‘age” –  idade, ou seja, remete aos vinhos que, quanto mais tempo passa, melhores ficam (e o mesmo acontece com os móveis, quanto mais antigo, mais valiosos são).

Os móveis ou objetos do vintage na decoração são aqueles que encontramos em lojas de garimpo ou em antiquários e que são peças originais, em bom estado de conservação e normalmente caras, que datam das décadas de 20 a 60.

Já o retrô na decoração remete aos móveis e objetos da década de 70 e 80 e podem ser uma releitura dessa época ou até mesmo peças originais, se estiverem em bom estado de conservação.

As peças retrô, inspiradas nos objetos das décadas de 70 e 80, geralmente são mais caras que as peças mais modernas, mas são ainda mais em conta do que as peças vintage.

Então, qual a diferença entre retrô e vintage?

Pense que o retrô é algo novo, seja uma releitura ou uma recriação de algo antigo e que o vintage é uma peça usada, mas original de época.

Dicas para utilizar o retrô na decoração

  • Utilize cores fortes para criar um destaque no ambiente.
  • Para que o ambiente não fique pesado, combine peças retrô com peças modernas, para trazer equilíbrio ao ambiente.
  • Abuse do tom lúdico que o retrô traz. Leve o bom humor e o exagero para sua casa!
  • As peças retrô mais utilizadas são eletrodomésticos coloridos, como geladeiras, batedeiras e liquidificadores, além de telefones antigos, papéis de parede com estampas de décadas passadas, quadros com temas antigos, móveis baixos, sofás largos e revestimentos como ladrilho hidráulico.
  • Na sala, prefira um móvel retrô para chamar a atenção: uma mesa de centro, um sofá ou uma estante. Dê preferência para móveis com pés-palito.
  • Na cozinha, utilize eletrodomésticos que remetam a épocas passadas.
  • Estampas de poá e flores combinam bem com o estilo retrô. Se quiser ousar, utilize padronagens psicodélicas.
  • Nos quartos, utilize papéis de parede com estampas antigas ou ainda espelhos com molduras que imitem décadas passadas.
  • Nos banheiros, utilize adesivos que imitem ladrilhos hidráulicos e dê um toque retrô a esse ambiente.

Dicas para utilizar o vintage na decoração

  • Utilize peças autênticas da época, caso contrário, será uma peça retrô.
  • Mescle peças vintage com peças contemporâneas, pois trazem harmonia ao ambiente e não fazem parecer um ambiente temático ou ainda criar um cenário exagerado do passado, que só utiliza elementos vintage. Contrabalancear esse estilo mais clássico com outros mais atuais vai cansar menos e essa decoração poderá durar por muitos anos.
  • Se quiser dar um toque clássico e romântico ao ambiente, utilize o estilo vintage na decoração.
  • Peças vintage podem ser móveis, luminárias, porcelanas e cerâmicas, espelhos com molduras e eletrodomésticos, por exemplo.
  • Peças vintage dão um toque único ao ambiente, pois são peças consideradas mais raras e que não são vendidas em grandes quantidades, como funciona com o estilo retrô, além de trazerem memória afetiva.
  • Os móveis clássicos vintage têm forma arredondada e tons mais apagados, como o rosa antigo, branco ou dourado.
  • Combine peças vintage com peças artesanais, como patchwork e tricô.
  • Coloque retratos antigos em quadros também antigos.

Viu só como é fácil deixar sua casa com carinha de antigo, agora que você descobriu a diferença entre retrô e vintage na sua decoração? Siga nossas dicas e deixe sua casa mais charmosa!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais: