Ambiente iluminado: dicas de iluminação para sua casa - Bucalo
Loja Augusta: (11) 3189-0020
Loja Shop. D&D: (11) 2663-8230
Loja Al. Gabriel: (11) 3062-6481
Revenda: (11) 3087-7877

Ambiente iluminado: dicas de iluminação para sua casa

Publicado em 19/01/2017

Um projeto de iluminação bem feito pode mudar completamente a sua casa! Um ambiente iluminado consegue valorizar a decoração e criar diversas sensações diferentes, deixar um cômodo mais aconchegante, confortável, moderno ou arrojado.

Também é possível criar a sensação de um ambiente maior ou menor, além de estimular a concentração ou transformar o cômodo em um local perfeito para relaxar…

Siga nossas dicas de iluminação para sua casa ficar perfeita!

Tipos de iluminação

Conheça os principais tipos que existem para saber qual a melhor iluminação para sua casa:

Luz difusa

Ela não tem um foco principal ou direto, suavizando as sombras e deixando a lâmpada menos ofuscante. Para criar esse efeito, você não pode deixar as lâmpadas aparentes: o ideal é usar lustres translúcidos.

Luz dirigida

Mais forte e muito utilizada para valorizar um objeto de decoração específico, pois tem uma única direção. Para não irritar os olhos, normalmente é direcionada apenas para o objeto que será iluminado, de preferência virada para as paredes e não ao centro do cômodo.

Luz indireta

Muito vista em luminárias tipo abajures, pendentes muito longos ou arandelas em paredes. Tem o objetivo de criar focos de luz pequenos para complementar o resto da iluminação do ambiente.

Wall washing

São pontos de luz embutidos no piso ou no teto e direcionados para as paredes, para destacar a textura ou pintura, valorizando a arquitetura do ambiente.

Downlight

Os famosos spots de luz embutidos no teto de gesso (forro em drywall). A luz fica oculta e não ofusca, tornando o ambiente muito agradável e luminoso. Normalmente é combinado com outro tipo de iluminação, como lustres centrais ou abajures.

Uplight

São as luzes diretas que ficam no chão e apontam para determinados objetos, diferente do Wall washing. É mais usada para ambientes externos, para iluminar árvores ou estátuas.

Temperatura

As lâmpadas mais amareladas são chamadas de luz quente e as lâmpadas brancas, de fria.

A luz quente é mais indicada para ambientes de descanso e espaço aconchegantes, pois são visualmente mais confortáveis e acolhedoras.

Já para ambientes onde a atenção é importante e a iluminação precisa ser forte, a luz fria é a mais indicada. Cozinha, escritório, lavanderia, banheiros e closet são ambientes que precisam de luzes fortes.

Tamanho

 

Os lustres devem ser proporcionais ao tamanho do seu cômodo.

Nem precisamos falar que ambientes grandes pedem lustres grandiosos e que ambientes pequenos podem não ficar muito bons com lustres grandes demais.

Em alguns casos, dependendo do lustre, ele pode se encaixar bem em um ambiente pequeno. Sempre avalie a sua decoração e certifique-se de que não há elementos demais para poluir a decoração.

Ambientes grandes demais ficam sem graça com apenas um lustre: invista em um principal central e associe a outros tipos de iluminação na decoração, como luz indireta no forro de gesso, arandelas ou abajures grandes em cantos especiais.

Sombras

Caso sua iluminação seja direta ou o lustre tenha um formato diferente do comum, avalie como ficará sua sombra no ambiente quando as luzes estiverem acesas. Muitas vezes a textura ou papel de parede do seu cômodo não ficarão bons se o lustre tiver uma sombra com muitos detalhes, por exemplo.

Nesse caso, o melhor é apostar em iluminação indireta ou difusa.

 

Siga nossas dicas de iluminação para sua casa e deixe sua decoração do jeito que sempre sonhou!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais: