CNAE: o que é e como classificar sua loja

Você tem planos de abrir uma loja no ramo de decoração? Saiba que existem algumas etapas que você deve seguir daqui para frente. Uma delas é a definição da atividade que a sua empresa vai exercer.

O CNAE, Classificação Nacional de Atividades Econômicas, é válida tanto para quem vai atuar com a venda de produtos, com prestação de serviços ou ambos. Como a descrição de algumas atividades são parecidas, é natural que surjam dúvidas.

CNAE: o que é e como classificar sua loja 

Hoje vamos te ajudar a ficar familiarizado com o assunto. Afinal, quando se pretende abrir uma empresa é sempre bom estudar e se aprofundar nas questões que envolvem o novo empreendimento.

Aprenda a classificar sua empresa corretamente

CNAE: o que é e como classificar sua loja

Qualquer negócio, seja aquele que presta serviço ou comercializa produtos, nas modalidades online ou física, precisa obrigatoriamente está enquadrado no CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas  

O CNAE tem como objetivo categorizar negócios de todos os ramos, instituições públicas, ONGS e até mesmo profissionais que atuam no mercado de maneira autônoma.

Os códigos padronizados são utilizados nos cadastros e registros da administração municipal, estadual e federal. O foco principal é proporcionar melhorias na gestão tributária e controlar possíveis fraudes.

Para tratar desse e de outros assuntos que exigem um conhecimento específico, o ideal é que você conte com a ajuda de um contador. Esse profissional vai te auxiliar em todo processo de formalização e, assim, será mais fácil evitar erros comuns.

Como saber qual o CNAE da sua futura loja?

CNAE: o que é e como classificar sua loja
 
Como falamos acima, peça ajuda de um contador que vai orientá-lo sobre qual é o código indicado para seu tipo de negócio. Para consultar a tabela, bata acessar o site  www.cnae.ibge.gov.br e visualizar todas as seções da CNAE.

Basicamente você vai se deparar com atividades econômicas primárias e secundárias de diversos segmentos. Dê uma busca por palavra-chave. Feito isso, escolha a seção, a divisão, o grupo e a classe que melhor se encaixam em sua atividade.

Vale ressaltar que você pode ter mais de um CNAE, porém deve haver correlação entre eles em relação às operações que serão exercidas, seja na revenda de produtos ou na modalidade de prestação de serviços.

Com o seu negócio esteja enquadrado no Simples Nacional, você vai pagar menos tributos ou se fizer parte do Sistema Integrado de Pagamentos de Impostos das Micro e Pequenas Empresas, vai poder contar com a unificação mensal desses impostos.

Você pode acessar o Portal do Empreendedor para verificar as classificações fiscais autorizadas para o regime Simples Nacional. O mesmo vale se você for MEI (Microempreendedor Individual).

Sempre que precisar, você pode fazer alterações nas atividades e mudar o código de classificação ou até mesmo incluir atividades secundárias. Conte com ajuda de um profissional que entende do assunto.

A CNAE é importante para qualquer negócio e deve compor sua lista de prioridades. Afinal, fazer o registro de forma errada pode acarretar prejuízos, principalmente em relação ao pagamento de taxas e tributos mais elevados.

Então, se você pretende abrir uma loja no ramo de decoração, fique atento para começar o seu novo negócio com o pé direito e com muito mais chances de ser bem sucedido!

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário