Faça sua loja de decoração sobreviver aos primeiros anos!

Os primeiros anos de uma empresa são desafiadores e, muitas vezes, frustrantes para os empreendedores. Isso porque, estatisticamente falando, a falta de conhecimento sobre gestão e mercado aliada às dificuldades que aparecem no dia a dia, têm levado a morte prematura de negócios, que habitualmente não conseguem sequer ultrapassar o seu primeiro/segundo ano de vida.

Por outro lado, é possível identificar ao longo do tempo histórias de sucesso, em especial de empreendedores de lojas de decoração, que aprenderam a contornar as dificuldades, vencer os desafios e alcançar o sucesso no seu negócio, garantindo assim a sua sobrevivência.

E você, gostaria também de ver seu negócio sobreviver nos próximos anos?

Se você tem uma loja de decoração e é mais um empreendedor disposto a vencer, mas tem dúvidas sobre o que fazer para permanecer atuante no mercado nos próximos anos, veja como proceder e ser bem sucedido.

Invista na sua capacitação


Parece óbvio: saber gerir uma empresa é um fator fundamental para qualquer tipo de negócio, mas a verdade é que muitos empreendedores não tem o mínimo de conhecimento sobre gestão, planejamento estratégico, finanças e de outras áreas que constituem o empreendimento. E por ser a falta de conhecimento, um dos principais motivos para as empresas fecharem precocemente suas portas, o meio mais adequado para evitar que isso aconteça é a busca contínua por capacitação.

Existem atualmente diversos cursos de gestão empresarial, palestras e workshops que podem fornecer os conhecimentos e técnicas necessários para que você possa começar a traçar um bom plano de negócios, gerir sua empresa da forma correta e, desse modo, contribuir para que a mesma sobreviva aos primeiros anos de vida.

Fique atento a concorrência


Estudar a concorrência é algo que já deve ser feito antes da abertura do negócio, mas há quem acredite que é apenas necessário fazê-lo na fase inicial do empreendimento e isso não é verdade. Para se igualar ou superar a concorrência é preciso que essa análise seja contínua, ou seja, perdure em todo o desenvolvimento do negócio a fim de evitar que se perca mercado ou até mesmo se feche as portas.

Pesquise novos fornecedores


Os preços e condições de pagamento são bastante variáveis entre os fornecedores e, por esse motivo, não é recomendável se contentar com x, y, z, sem analisar periodicamente as vantagens oferecidas por outros fornecedores. Isso porque a escolha certa (pensando também na qualidade) pode fazer uma grande diferença na hora de contabilizar os gastos da empresa, o que será ótimo para aumentar o seu faturamento.

Respeite suas finanças


A empresa precisa ser conduzida de acordo com a realidade de suas finanças. Não adianta dar passos largos e se atolar em dívidas, é preciso estar a par do valor real do faturamento, saber trabalhar as expectativas de crescimento e somente usar recursos da empresa para realizar investimentos, quando for realmente viável. Lembrando sempre que você precisa manter um bom capital de giro e um fundo de reserva para arcar com imprevistos.

A fim de minimizar ainda mais os riscos da sua empresa quebrar nos primeiros anos de vida, contrate uma empresa especializada, com profissionais capacitados (contadores), para que você possa obter o auxílio e suporte necessários para manter a saúde financeira do seu negócio.

Acreditamos que você terá sucesso nessa empreitada!

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário