Loja virtual ou marketplace: como escolher o melhor?

Nesse momento de instabilidade econômica muitos empreendedores estão sendo obrigados a se reinventar e partir para o comércio eletrônico. Não é para menos, já que o setor tem apresentado um grande crescimento nos últimos meses. Uma dúvida recorrente de proprietário de lojas físicas, entretanto, é qual a melhor forma de explorar o universo digital. Por meio de loja virtual ou marketplace? O que vale mais apena afinal?
 
Loja virtual ou marketplace: como escolher o melhor?
 
A dúvida é bem comum, até mesmo para as pessoas que pensam em iniciar um negócio do zero. O mais importante a se saber é que ambos os canais, loja virtual ou marketplace, apresentam suas vantagens e desvantagens e é possível considerar as duas possibilidades. Contanto que haja um planejamento prévio para minimizar os riscos e aumentar as chances de sucesso. Conheça um pouco mais sobre as duas opções.
 

Como funciona uma loja virtual?

Loja virtual ou marketplace: como escolher o melhor?

Uma loja virtual é um dos canais de vendas mais bem sucedidos dos últimos tempos. Alocado em site próprio, onde se utiliza uma plataforma de e-commerce, que ajuda na gestão adequada de todo o negócio.
 
Nesse modelo, produtos são comercializados e os lojistas ficam totalmente responsáveis pelas estratégias e processos envolvidos. Segurança da informação, logística, soluções de marketing e formas de pagamento são alguns exemplos. Assim, apesar de exigir muito trabalho, atenção e cuidados, consiste em um espaço exclusivo e que oferece total autonomia.
 

Como funciona o marketplace?

Loja virtual ou marketplace: como escolher o melhor? 

O marketplace consiste em um modelo de negócio onde é possível expor produtos no ambiente virtual de outras empresas que já possuem credibilidade no mercado no qual atuam. Funciona como uma espécie de vitrine para o e-commerce.
 
Nesse canal de vendas, o lojista se depara com muitos concorrentes que comercializam produtos iguais ou similares. Ao optar pelo marketplace, o lojista pagará uma taxa x para cada item vendido na plataforma. Processos e estratégias, como captação de clientes e marketing são de responsabilidade do parceiro escolhido ou realizadas em conjunto. Amazon, Americanas e Magalu são exemplos de marketplaces que abrem espaço para outros lojistas.
 

Vantagens e desvantagens entre loja virtual e marketplace

Loja virtual ou marketplace: como escolher o melhor?

1 – Geralmente um marketplace é capaz de impulsionar mais facilmente as vendas e gerar lucros para uma loja iniciante no meio digital. Isso porque já conta com um tráfego considerável de consumidores.
2 – No entanto, se a sua marca já é conhecida e consolidada no mercado, existe uma potencialidade para se fortalecer ainda mais no âmbito virtual, já que você conseguirá fazer uma boa redução nos custos operacionais e obter um faturamento diferenciado.
3 – Se você se sentir inseguro em escolher entre loja virtual e marketplace, uma boa alternativa é dar início a sua jornada pelo marketplace. Quando se deparar com bons resultados, passar a investir na loja virtual.
4 – A questão da infraestrutura também conta bastante e deve servir para nortear a sua decisão. Não quer se preocupar nesse momento com aspectos que envolvem logística, por exemplo?  É algo que precisa ser pensado com calma!
5 – Agora se o seu perfil é de alguém que deseja ter autonomia e não ser surpreendido com mudanças repentinas relacionadas a contratos e modo de funcionamento do marketplace, a loja virtual sempre será a melhor opção.
6 – A loja virtual demanda esforços e investimentos para funcionar plenamente. Ter uma boa plataforma de e-commerce, implementar meio de pagamentos seguros, etc. Mas o bom é que depois de tudo estruturado, as operações serão mais tranquilas.
7 – Avalie a identidade da sua marca. No marketplace você contará com o respaldo de empresas renomadas. Com uma loja virtual você terá uma relacionamento mais próximo do cliente e poderá conquistar mais facilmente a sua fidelidade.
 
É possível que você opte por iniciar vendas online através dos dois canais, não é mesmo? Então saiba que a depender da plataforma de e-commerce escolhida, você pode realizar uma integração entre os modelos e otimizar o seu negócio.
Gostou? Deixe aqui a sua opinião sobre o artigo.

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário