O cliente pode devolver o papel de parede?

Muitas vezes o consumidor realiza compras, mas ao chegar em casa se arrepende, seja porque agiu por impulso, não gostou do produto ou até mesmo por ter se dado conta que ele não é realmente necessário. E você que é lojista do ramo de decoração, deve estar se perguntando: o cliente pode devolver o papel de parede que ele adquiriu em minha loja física? É comum essa dúvida, visto que em alguns casos, as regras são diferentes. Descubra qual é a resposta para essa questão neste conteúdo.
 

O cliente pode devolver o papel de parede? Veja quais são as regras!

O cliente pode devolver o papel de parede?

Por exemplo, a lei determina que o direito de devolução vinculado ao arrependimento se aplica somente as compras feitas fora do estabelecimento comercial, ou seja, por internet, telefone, através de catálogo, etc. O cliente arrependido tem o prazo de sete dias corridos para comunicar seu interesse em devolver o papel de parede, Caso contrário, o vendedor não terá mais a obrigação de aceitar e fazer o reembolso do valor correspondente a compra.

Agora, quando o cliente compra uma mercadoria, seja em loja virtual, física ou por qualquer outro meio e se dá conta de que o produto veio danificado, ele pode sim questionar e a loja terá que fazer a troca ou devolver o dinheiro ao cliente. Para esses casos, em que o papel chegou nas mãos do comprador com defeito, também vale o prazo de setes dias a partir da data de compra para que ele possa reivindicar e devolver o papel de parede.

A fim de evitar prejuízos ainda maiores, você deve ter em sua loja uma política interna de troca e devolução bem definida. Assim, diante de problemas como esse, sabendo sobre os direitos do consumidor, tudo será mais fácil de ser resolvido. Além de ficar por dentro de todas as regras, você pode fornecer treinamento para a equipe de vendas tentar convencer o consumidor a ficar com o produto, trocá-lo por outro similar e eliminar o desconforto da situação.

Ouça o cliente que entra na loja com a intenção de devolver o papel de parede, demonstrar interesse em achar uma solução e oferecer modelos que podem agradá-lo um pouco mais. Agora, se nada disso adiantar e surtir efeito, jamais insista para não criar um clima desagradável. Se for o certo e estiver dentro da lei, receba o produto de volta e providencie o quanto antes o reembolso do valor e pronto.

Direcione seus esforços para satisfazer e reter os clientes da sua loja. Seja prudente e correto para nunca perdê-los de vista!

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário