Organize sua loja para vender mais e melhor para os clientes

A concorrência no varejo não para de crescer e muitas vezes é preciso investir no ponto de venda, no atendimento e criar diferenciais de produtos para se destacar no mercado.

Isso também vale para lojas de decoração, que devem buscar de tempos em tempos se organizar de modo a vender mais e melhor para os clientes.


E não precisa realizar grandes transformações para isso acontecer, basta ter um olhar voltado aos pequenos detalhes, como o layout da loja, por exemplo. Certeza que pequenas atitudes já farão uma grande diferença!

Afinal, nenhum cliente vai entrar no seu estabelecimento se você não direcionar seus esforços para atraí-lo, concorda?

Por esse motivo, é fundamental se preparar: criar ambientes que levem à identificação do público, escolher os melhores produtos para expor na vitrine, pensar na circulação dos clientes na loja, dentre outras ações.

Se você quer saber como fazer isso de forma simples e prática, acompanhe as dicas de como organizar sua loja de modo a vender mais e melhor para os clientes!


Vitrine ? escolha os produtos ideais


A vitrine é o primeiro contato que o cliente tem com a loja e por esse motivo merece atenção especial. Afinal, atrair o olhar das pessoas que passam em frente é um desafio e tanto!

A dica é organizar a vitrine com o objetivo de direcionar a visão do público a um número menor de produtos, principalmente se a sua loja de decoração tiver um espaço amplo.

Outro ponto importante é a escolha dos produtos certos. Pense naqueles que mais chamam a atenção e nos produtos recém lançados para causar impacto e ser convidativo para os clientes entrarem na loja.

Ambiente ? faça seu público se identificar


O PV (Ponto de Venda) pode influenciar e muito nas vendas de uma loja de decoração, afinal é nele que as decisões de compra são tomadas, não é mesmo?

Para o ambiente gerar uma identificação com o público, oferecendo uma experiência agradável e funcional, você precisa pensar no layout da sua loja.

Atualmente existem vários estilos de organização de espaços e elementos adotados por lojas de diversos segmentos. Os mais utilizados por lojas de decoração são:

Fluxo livre: não direciona o fluxo de clientes e os produtos são agrupados mais livremente, encorajando compras impulsivas;

Boutique: cria ambientes independentes do restante da loja, cada um com sua própria personalidade e estilo.

Conheça um pouco mais sobre eles:

Fluxo livre


O objetivo aqui é deixar a interação com o ambiente livre, proporcionando aos clientes a possibilidade de caminhar pelo espaço com muito mais liberdade e facilidade de locomoção para qualquer setor da loja.

Nesse layout os setores são agrupados, de modo a estimular as compras por impulso e é, sem dúvida alguma, o mais indicado para quem vende objetos decorativos.

Boutique


Nesse formato é possível criar diversos ambientes de uma casa (com móveis, objetos decorativos...), que podem ser separados por conceitos e/ou estilos.

É um modelo de layout bastante usado, pois passa a sensação para o cliente de aconchego e acolhimento, que remete seu próprio lar.

A intenção é gerar uma identificação e envolver o cliente para a concretização do desejo de ter em sua casa elementos que estão ali presentes e em perfeita harmonia.

Assim dica muito mais fácil vender mais e melhor para os clientes: fazendo-os visualizar em sua própria casa o cômodo montado em sua loja de decoração!


Negociação ? desenvolva um ponto de apoio


Como em lojas de decoração o processo de venda costuma ser mais demorado, pensar em um ponto de apoio que transmita uma sensação de conforto é essencial.

Para isso, crie um espaço confortável, com poltronas, TV, balcão com café, água, bombons e também uma ambiente para as crianças se distraírem (já que muitas vezes elas estão na companhia dos pais).

Percebeu como pequenas ações podem fazer toda a diferença para vender mais e melhor para seus clientes?

Acompanhe o nosso blog e receba muito mais dicas e informações importantes para melhorar a imagem e as vendas da sua loja de decoração.  

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário