Perfil do Consumidor de Decoração: conheça melhor o seu cliente e o que ele procura

Entender o perfil do consumidor de decoração é essencial para se comunicar melhor com os clientes, elaborar campanhas assertivas, estratégias de divulgação e vendas inteligentes. No entanto, isso somente é possível estudando o mercado e as mudanças no comportamento de quem consome artigos de decoração. 
 
Perfil do Consumidor de Decoração: conheça melhor o seu cliente e o que ele procura
 
Diante de tantas tecnologias, o acesso a informação como nunca visto antes, uma série de fatores passaram a influenciar nos hábitos e na decisão de compra do consumidor, isso é fato. E você que já atua ou pretende investir no segmento, precisa estar atento a estas mudanças, buscar conhecimentos para se manter atualizado e oferecer ao cliente exatamente o que ele procura.
 

O que as pesquisas revelam sobre o perfil do consumidor de decoração? 

Perfil do Consumidor de Decoração: conheça melhor o seu cliente e o que ele procura

O IEMI – Inteligência de Mercado, empresa especializada em estudos de diversos segmentos, setor varejista e comportamento de compra, lançou uma pesquisa que analisou o perfil do consumidor de Móveis no Brasil.
 
A pesquisa foi realizada com dois mil consumidores com idade entre 20 e 65 anos, de diferentes gêneros, grupos sociais e poder aquisitivo. Foram avaliados os seguintes pontos: motivações, preferências, frequência, quantidade, marca, lojas, etc.
 
Veja em números os resultados:

● 63,6% dos consumidores afirmaram realizar pesquisas na internet antes de efetuar uma compra. A maioria deles (71,2%), buscam o meio online principalmente para comparar os preços dos produtos;
● Após pesquisa, 69% dos entrevistados foram até uma loja física para conhecer melhor os itens do seu interesse. Apenas 18% finalizaram a compra em lojas virtuais. 1,8% citaram outros canais de vendas;
● As motivações para as compras foram as mais variadas: 43,4% elegeram a renovação do ambiente, 11,4% reforma no imóvel, 10,4% mudança para uma casa maior, 31,1% mudança para uma casa menor e 4,4% morar sozinhos.   
● Nota-se então, que 17,9% das pessoas avaliadas na pesquisa do Inteligência de Mercado realizaram compras para se adaptar as mudanças envolvidas na troca de imóvel/residência.
● Por outro lado, temos um número significativo de consumidores interessados em redecorar suas casas, mudar o visual sob algum aspecto.  Quase a metade dos entrevistados demonstraram essa intenção.
 

Principais percepções e características do perfil do consumidor de decoração traçados pela pesquisa do IEMI

Esses são os principais motivos citados para a escolha das marcas: o preço dos produtos (54,7%), o produto exposto (36,1%) e a qualidade vem um pouco abaixo com 28,2%.
 
O público masculino demonstro se sentir mais motivado em avaliar a qualidade e o conforto dos móveis, 29,4% e 15.1%, respectivamente. Os mais influenciados pelos preços se concentram na faixa etária de 25 e 34 anos (56,7%).
 

O que fazer para conquistar o consumidor atual de decoração?

1 - Adequar o mix de produtos ofertados na loja e investir na diversificação de modelos, cores, e designs;
2 - Superar as expectativas em relação à qualidade dos artigos de decoração. Para isso, é essencial contar com bons fornecedores;
3 – Trabalhar com preços competitivos baseados na média de mercado do setor;
4 – Oferecer uma experiência de compra excelente na loja física e/ou virtual e evitar erros no atendimento ao cliente;
5 – Estar presente ativamente nas redes sociais e abrir novos canais de comunicação. Apostar em um site responsivo e com um layout atraente.
 
O que achou desse conteúdo sobre o perfil do consumidor de decoração? Que tal aproveitar para acompanhar outros artigos em nosso blog e ficar por dentro de todas as novidades? Sinta-se a vontade. 

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário